Uma Reflexão para os Núcleos do Candeeiro

O objetivo do Candeeiro é estimular a multiplicação de núcleos de pessoas “sem poder” como nós. Acreditamos que, se surgirem por todo o Brasil muitos “núcleos de reflexão e ação”, o tecido social ganhará a densidade necessária para fazer frente à barbárie.

Mais do que isso, multiplicando esses núcleos podemos enfrentar um dos problemas que, em nossa análise, foi um dos fatores essenciais para a eleição do atual desgoverno do país: partidos e organizações sociais, concentrados nos desafios de governo, foram progressivamente descuidando da formação e da informação da base da sociedade, deixando o espaço aberto para aventureiros de todo tipo.

Nesta plataforma virtual de ajuda mútua horizontal, em rede, cada grupo pode colocar à disposição de todos análises e reflexões sobre o que está acontecendo no Brasil e propostas de ação, para que os “indignados” nos estimulemos uns aos outros e possamos também realizar ações coletivas mais amplas.

Nesse cenário de ações coletivas mais amplas, o Núcleo “Todos pelo Bem Comum” analisando:

• A pandemia que está ainda assolando o mundo todo e que no Brasil, por força da incapacidade e irresponsabilidade total do novo governo, e também de sua ação direta aumentando a gravidade da doença, está provocando um número inaceitável de mortes e uma grande piora nas condições de vida dos mais pobres;
• Bem como a necessidade urgente de interromper o processo de destruição sistemática, em curso, dos avanços civilizatórios de nosso país e
• Considerando que, sem o afastamento do atual governo, não se conseguirá adotar uma política de enfrentamento da pandemia que vise efetivamente vencê-la, e ainda, que
• Não podemos permanecer paralisados, perplexos diante do que se passa e do que pode acontecer no país, ou seja, temos que agir para que pelo menos surja alguma esperança de que libertemos o Brasil do pesadelo que estamos vivendo – o mais urgentemente possível – antes que termine este ano de 2021.

Decidimos em conjunto com as Entidades Parceiras do Candeeiro e outras mais, protocolar no Conselho Superior do Ministério Público Federal uma Carta Aberta, cujo texto completo, bem como as razões que a motivaram estão no Mural deste site, e se quiser assiná-la, como pessoa ou como entidade, use um dos formulários anexos a ela.

Em continuidade a iniciativa desta Carta aberta, vamos promover uma Campanha de Mobilização da sociedade para constranger o Ministério Público para que cumpra o seu dever, oferecendo ao Supremo Tribunal Federal a denúncia dos crimes cometidos pelo Presidente da República, cujo teor é o seguinte:

“Passamos dos 400.000 óbitos pela pandemia. Muitas dessas mortes seriam evitáveis, não fossem a ação e omissão criminosas do Presidente da República. Façamos do nosso luto um instrumento de luta. Para estancar esse morticínio temos que afastar Bolsonaro. Sem nossa mobilização ele não será afastado.
Denunciar criminalmente o Presidente da República é um caminho mais eficaz que o impeachment. A OAB e o Movimento 342 Artes já pediram ao Procurador Geral da República que o denuncie ao Supremo Tribunal Federal pelos crimes por ele praticados. Temos que gritar ao Ministério Público: Denuncia Já!
Acesse ocandeeiro.org e saiba o que fazer”.

Ao iniciar a criação do espaço Candeeiro, estávamos centrados no esforço pela multiplicação de “núcleos de ação e reflexão”, para adensar o tecido social que poderá fazer frente à tragédia vivida hoje pelo Brasil. Mas as consultas junto a quem se interessou pela nossa iniciativa nos mostraram que há lugar para muitos outros tipos de ação, para a “formação, informação e organização da base da sociedade”, numa perspectiva de “cidadania ativa e solidária”, um dos objetivos do Candeeiro.

Neste processo de ações coletivas mais amplas, articulando outros Grupos e Entidades através do Candeeiro, o Núcleo “Todos pelo Bem Comum” identificou outras formas, a saber:

• Apresentação de Sarau, utilizando a música e outras expressões artísticas para aproximar as pessoas;
• Cinemateca, utilizando a discussão de filmes e seus enredos para promover a formação de grupos;
• Grupo das Bordadeiras que, através de seu trabalho manual e artístico, trabalham a questão política na sociedade;
• Grupos temáticos que se reúnem, por exemplo, para debater sobre saúde nesta pandemia.

A partir dessas constatações, o Candeeiro pretende apoiar aqueles que, indignados com o que ocorre, estão se decidindo a retomar o trabalho de formação, informação e organização social na base da sociedade, numa perspectiva de tomada de consciência e de pleno exercício, por todos, de uma cidadania ativa e solidária.

Como instrumento possível graças às tecnologias atuais de intercomunicação, o Candeeiro está se tornando um espaço de informação, intercâmbio, interação e articulação das diferentes iniciativas que surjam, incentivando a troca de saberes, em que todos aprendem e todos ensinam, e o compartilhamento de histórias e experiências, para que essas iniciativas se multipliquem ao máximo.

Para aprofundamento da reflexão e ação dos Núcleos, propomos também alguns assuntos temáticos que podem ser encontrados no material de apoio do Candeeiro, a saber:

1) Assunto temático: Violência

Entrevista com Marcelo Barros sobre a chacina policial no Rio de Janeiro: Marcelo Barros, nesta entrevista, nos convida a sair da superficialidade como a violência é tratada na grande imprensa e no meio político para se aprofundar nesta questão extremamente complexa.

Para quem quer entender um pouco mais sobre a violência, vale a pena ver !!!

2) Assunto temático: Saúde

Roda de Conversa “Saúde, Democracia e Direitos Humanos”. Como Dom Tomás inovou na área da saúde através do Hospital Pio X em Ceres / GO: um hospital que era próximo das comunidades, que fazia reuniões nas roças, que propunha uma construção compartilhada de projetos de saúde com o povo. Um sonho coletivo que virou realidade de uma medicina diferente, que lutava por justiça social. E como essa história pode inspirar um projeto de saúde para o século 21.

Um vídeo imperdível para Núcleos de Reflexão e Ação na área da saúde !!!

3) Assunto temático: Desafios e Esperanças para os dias atuais

Roda de Conversa “Dom Tomás e suas lutas: Desafios e Esperanças para os dias atuais”.

Como os 4 eixos da prática de Dom Tomás ajudam a enfrentar os desafios colocados para nós hoje:

a) Profundo compromisso com o povo (classe trabalhadora e pessoas mais pobres e vulneráveis);
b) Valorização do conhecimento e da ciência para obter discernimento;
c) Coerência;
d) Articulação, valorizando a unidade das forças populares, respeitando suas diferenças.

4) Análise de Conjuntura

Análise de Conjuntura apresentada na 58ª Assembleia Geral realizada de 12 a 16 de abril de 2021.

“O POVO DE DEUS SOFRE COM A DOENÇA E A FOME”

Recomendamos aos Núcleos de Reflexão e Ação a leitura desta Análise de Conjuntura – Um texto bastante completo, analisando a complexa situação brasileira.
Esta Análise de Conjuntura pode ser encontrada no material de apoio do Candeeiro no subtítulo “Análise de Conjuntura”, cujo texto aborda a situação atual sob vários enfoques.
Leitura obrigatória para os Núcleos de Reflexão e Ação que queiram entender mais sobre a situação brasileira.