3 Comments

  1. Avatar Matilde Costa Gomes
    01/03/2021 @ 06:30

    Esse desabafo me representa diante da dor pela perda de minha mãe para o covid.
    Mas a realidade na minha família é oposta à essas questões porque os que são bolsonaristas continuam achando exagero da mídia.
    Alguns até jogam a mim, a responsabilidade de não ter tomado as devidas providências pata evitar a morte de minha mãe.

    Portanto, quem apoia esse demente, mesmo passando por uma situação de morte não reconhecem a responsabilidade desse governo. Preferem culpar outros.

    Reply

  2. Avatar Simone de Souza Secco Apolinário
    01/03/2021 @ 07:24

    Muito mais que escarnio sobre a vida Humana, manobra política para detonar os governos locais de cada região do país, sob o conluio de parlamentares q só pensam em imunizar a impunidade, sim imunizar a própria pele da impunidade deste inferno dantesco que assistimos em nosso país. Imunizar o povo do vírus, não é urgente! Vidas não importam, nossas opiniões, não importam, as leis não importam.Só me pergunto até quando vamos apena nos indignar e continuar essa aceitacao. Atos são necessários, nossa Constituição não pode se tornar uma colcha de remendos que proteja apenas quem oprime e despreza o povo, devemos fazer valer cada direito ali criado, para o bem de nossa Nação e em favor não apenas de nossa frágilidade como povo, mas de cada cidadão, cada vida e sobretudo respeitar os Direitos Humanos

    Reply

  3. Avatar Denise de Oliveira
    01/03/2021 @ 13:03

    Obrigada Pedro; muito importante o seu texto como um resumo detalhado de situações de morte com o maior descaso, qual estamos vivendo em nosso país. É para ficamos sim indignados; não podemos nos conformar. E também fico a pensar, (não sei se no pequeno universo qual talvez eu esteja limitada de conhecimento ou não?), é coincidência ou faz parte de toda esta negativa, propagação para a morte; membros da Igreja no Brasil se unirem para esta mensagem que propaga a morte? Junto da situação política do Brasil?

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *